Igreja de São Miguel

Igreja de São Miguel

Erigida entre 1583 e 1597 como centro espiritual da Contrarreforma, a Igreja de São Miguel de Munique (Michaelskirche) é um magnífico templo conhecido por ser a maior igreja renascentista dos Alpes

O templo por dentro e por fora

A imponente fachada principal da igreja chama a atenção por sua rica iconografia escultórica que representa o triunfo do catolicismo sobre o protestantismo. Um dos elementos mais chamativos da fachada é a figura de bronze de São Miguel lutando com um dragão.

Dentro da igreja, um dos detalhes que mais se destacam é a abóboda de canhão do teto que, com seus 20 metros de altura, parece flutuar no interior do templo. Trata-se da segunda maior abóboda de canhão do mundo, atrás apenas da que está em São Pedro do Vaticano.

Na cripta da igreja estão as tumbas de diferentes figuras históricas, entre as quais estão as de vários membros da família Wittelsbach.

Um templo imponente

A Igreja de São Miguel é uma das maiores e mais chamativas igrejas jesuítas do mundo.

Sua localização, em uma das ruas mais centrais da cidade, faz dela um lugar de passagem obrigatório, por isso fazer uma rápida visita é uma excelente opção.

Transporte

Metrô: Larlsplatz, linhas U4 e U5.

Lugares próximos

Catedral de Munique (222 m)
Karlsplatz (312 m)
Prefeitura Nova de Munique (408 m)
Igreja de Asam (421 m)
Marienplatz (429 m)